tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

00h03m

Atendimento Permanente

Hospital Particular Gambelas

00h13m

Atendimento Permanente

Madeira Medical Center

00h01m

Atendimento Permanente

Consulta de Saúde e Cirurgia Capilar

 

 

A Tricologia foi durante anos pouco considerada dentro da medicina estética, por ter sido transmitida uma ideia generalizada de se ter chegado a um certo grau de estancamento a nível de opções terapêuticas, que já por si eram limitadas e de escassa resposta.

Nos últimos oito a dez anos esta ideia foi claramente invertida, fundamentalmente em determinados tipos de alopecia. Cada vez temos acesso a mais publicações relativas a novidades terapêuticas emergentes, tanto do ponto de vista médico como cirúrgico.

 

 

 

A avaliação clínica na consulta de Saúde e Cirurgia Capilar é fundamental para poder chegar a um diagnóstico correto, propor um tratamento adequado e conseguir solucionar o problema a quem nos consulta.

Esta avaliação consta de anamnese, exploração clínica e exames complementares, destacando-se entre eles a tricoscopia.

especialidade disponível nas unidades

Tipos e causas de alopecia

De forma global podemos classificar as alopecias em dois grupos: alopecia cicatricial e a alopecia não cicatricial. Na alopecia cicatricial há fibrose, inflamação e perda de folículos pilosos, observando-se um couro cabeludo liso e com diminuição do número de orifícios foliculares.

Na alopecia não cicatricial, há perda da raiz do cabelo, mas os folículos pilosos permanecem, explicando a reversibilidade deste tipo de alopecia.

 

Dentro das alopecias não cicatriciais, existem múltiplos tipos; um dos mais frequentes é a alopecia androgénica, que é conhecida como "calvície comum" e que afeta até 80% dos homens e 40% das mulheres em algum momento da vida.  A sua frequência aumenta com a idade e a sua etiologia é multifatorial, sendo a genética e as causas hormonais as principais; logo, a sua incidência e intensidade tendem a aumentar com a idade, e nas mulheres principalmente após a menopausa.

 

Existem também outras doenças, como a Síndrome dos ovários poliquísticos ou a hiperplasia adrenal congénita, nas quais, devido ao excesso de hormonas masculinas, a alopecia androgénica pode ser um dos sintomas.


Quais são as principais manifestações da alopecia androgénica?

Neste tipo de alopecia, ocorre perda de densidade capilar em áreas específicas do couro cabeludo, nas quais os folículos capilares têm mais recetores androgénicos (hormona masculina): essas áreas são as entradas e a coroa da cabeça nos homens. Nas mulheres, a perda de densidade capilar é geralmente mais difusa. Esta perda de densidade capilar deve-se à redução progressiva da espessura do cabelo, até que, nos estágios finais, os folículos se tornam tão pequenos que o cabelo desaparece.

 

Muitas vezes, este tipo de alopecia também está associado à seborreia, ou seja, excesso de sebo no couro cabeludo, o que também faz com que o cabelo pareça "oleoso" ou sujo mais rapidamente do que o habitual.


Diagnóstico e tratamento da alopecia androgénica

Para diagnosticar este tipo de alopecia, geralmente é suficiente fazer uma história médica adequada e um exame físico, no qual dispositivos especiais são geralmente usados ​​para ver os cabelos em grandes ampliações, como o tricoscópio.

Só em algumas ocasiões é necessário realizar outros exames complementares, como análises de sangue ou biópsia de pele.

A alopecia androgénica é uma alopecia reversível nos estágios inicial e intermédio, de modo que com tratamento médico adequado, a perda progressiva da densidade capilar pode ser retardada e até recuperada; enquanto nos estágios finais, quando o folículo desaparece, a única solução é um transplante de cabelo.

 

Entre os tratamentos médicos usados ​​para melhorar a densidade capilar nas mulheres estão o minoxidil, que tem sido classicamente usado topicamente (na forma de um líquido ou espuma que é aplicado diariamente no couro cabeludo); no entanto, por um curto período de tempo, podem ser usadas formulações que permitem a ingestão oral em pacientes que não fazem constantes tratamentos tópicos, devido à falta de tempo ou porque o produto suja os cabelos.

 

Outros medicamentos usados ​​no tratamento da alopecia feminina são medicamentos que contêm substâncias que impedem a ação das hormonas masculinas, o que inclui alguns tipos de contracetivos e drogas anti androgénicas que são administradas por via oral, como o acetato de ciborona, espironolactona ou inibidores da 5-alfa redutase (finasterida e dutasterida).

Um novo tratamento para melhorar a densidade capilar na alopecia androgénica é a mesoterapia capilar com microinjeção de dutasterida; este tratamento consiste na administração de um fármaco anti androgénico diretamente a nível dos folículos capilares através de múltiplas injeções no couro cabeludo sob anestesia local, para que o procedimento seja indolor.

 

Mais recentemente, têm surgido publicações científicas com uma metodologia sólida que confirmaram a utilidade do LASER de baixa potência no tratamento da alopecia androgénica.

Nos estadios avançados da alopecia androgénica, o tratamento indicado é o transplante capilar por técnica FUE, do inglês Follicular Unit Extraction.

Esta técnica consiste em transplantar individualmente as unidades foliculares da região occipital para a zona de alopecia. As unidades foliculares transplantadas conservarão a sua maior resistência aos androgénios na zona recetora, por isso se diz que estes folículos se mantêm no tempo.  O facto de transplantar uma a uma as unidades foliculares, permite que o crescimento dos folículos seja totalmente natural, obtendo um resultado cosmético ótimo. Outro fator determinante para a naturalidade dos resultados seja o desenho correto da linha frontal do transplante (linha da frente ou hairline), que deve ser compatível com o sexo, a raça e a idade do paciente, assim como acompanhar as entradas naturais e ser harmonioso.

 

A nível prático, a cirurgia de transplante capilar é uma técnica que se realiza no bloco operatório com anestesia local (às vezes com sedação superficial), sendo que todo o processo se realiza em 1-2 dias, durando a intervenção entre 5-10 horas. É uma cirurgia que não requere internamento e a recuperação do paciente é rápida, não sendo a melhoria cosmética imediata; habitualmente recomendamos aos pacientes que se ausentem das suas atividades sociais e laborais entre 7 a 10 dias para evitar que se note que realizaram a cirurgia.

Os micro enxertos transplantados têm ao início um aspeto idêntico a cabelos curtos com uma crosta, e a partir da primeira semana após cirurgia, as raízes capilares vão-se desprendendo e a zona ficará como antes da cirurgia. Será a partir dos 5-6 meses quando os novos folículos começarem a crescer que o paciente irá melhorando a densidade capilar até ao primeiro ano, momento em que se costuma obter o resultado final.

O pós-operatório é indolor e o paciente pode retomar a sua rotina habitual, com muita brevidade. Deverá evitar de forma estrita os traumatismos na zona recetora do transplante durante a primeira semana, podendo fazer uma vida normal a partir das duas semanas pós cirurgia.

 

 

 

 


 

Na consulta de Saúde e Cirurgia Capilar o ponto chave para o paciente é ser consistente com os tratamentos (médicos ou cirúrgicos), assim como ter paciência, pois geralmente necessitará em média de 6 meses para começar a ver os seus efeitos, são por isso tratamentos de longo prazo. Estes devem ser administrados individualmente, analisando as necessidades de cada paciente, as patologias que apresenta, as possíveis interações com outros medicamentos, o estilo de vida de cada pessoa, bem como as suas preocupações e expectativas.

Com os tratamentos mencionados, é possível não apenas melhorar a densidade capilar dos pacientes, mas também melhorar a sua qualidade de vida, porque há melhoria da autoestima. às vezes, no decurso do estudo de uma alopecia, podemos deparar-nos com o diagnóstico de outras patologias até então desconhecidas.

 

Tratamentos disponíveis na Consulta de Saúde e Cirurgia Capilar

Mesoterapia

  • Mesoterapia com vitaminas e outros princípios ativos
  • Mesoterapia com anti andrógenos
  • Mesoterapia com Plasma Rico em Plaquetas (PRP)

Fotobioestimulação Capilar: LASER de baixa potência

F.U.E. – Transplante Capilar

  • Sobrancelhas
  • Barba
  • Cabelo