tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

00h03m

Atendimento Permanente

Hospital Particular Gambelas

00h13m

Atendimento Permanente

Madeira Medical Center

00h01m

Atendimento Permanente

Dr. Ilídio Gonçalves

Otorrinolaringologista

Dr. Luís Dores

Otorrinolaringologista

Dilatação por balão
Um novo tratamento para a Sinusite Crónica

HPA Magazine 8


O QUE É A SINUSITE CRÓNICA?
A sinusite crónica é uma doença frequente na qual se verifica a inflamação e obstrução das cavidades (seios nasais) que circundam a fossa nasal. Considera-se doença crónica aquela que persiste mais de 12 semanas, apesar do tratamento médico. Esta doença interfere com a drenagem e ventilação nasal, causando obstrução e congestão, inflamação e infeção. Os sintomas mais frequentes são: dificuldade em respirar pelo nariz, rinorreia (“pingo no nariz”), sensação de secreção na garganta, dor, sensação de peso à volta dos olhos, cefaleias, diminuição do cheiro e tosse crónica.

TENHO SINUSITE CRÓNICA?
A sinusite crónica é a inflamação crónica dos seios nasais que pode ocorrer em doentes com ou sem alergias. Assim, pode ter o seu início pela exposição a alérgenos do ar, uma infeção, crescimento de pólipos nasais ou por desvio do septo nasal. Os cornetos inferiores são estruturas respiratórias dentro do nariz, que podem permanecer cronicamente inflamadas e ser responsáveis por graves problemas respiratórios. Esta doença afeta principalmente adultos e adultos jovens, podendo também afetar crianças.

QUANDO MARCAR CONSULTA DE OTORRINOLARINGOLOGIA?
Deverá marcar consulta com um médico especialista de otorrinolaringologia se: já teve vários episódios de sinusite, tem sintomas de sinusite que persistem mais de uma semana seguida; os seus sintomas não melhoram após a medicação inicial prescrita pelo seu médico de família; ou se os sintomas de sinusite duram há mais de 12 semanas.

QUEM PODE BENEFICIAR COM CIRURGIA?
Atualmente, existem três opções no tratamento da sinusite crónica: tratamento médico, cirurgia endoscópica convencional e dilatação por balão.
O primeiro tratamento será sempre o tratamento médico. Este tratamento é dirigido para a causa da inflamação crónica permitindo controlar as infeções, reduzir o edema e inflamação e facilitar a drenagem das secreções dos seios nasais. Com este objetivo serão prescritas irrigações nasais de solução salina (água do mar ou soro fisiológico), esteróides tópicos (sprays) ou esteróides orais e, em alguns casos, antibióticos. Se o tratamento não for eficaz na reposição da função dos seios nasais e os sintomas se mantiverem, podemos optar pela cirurgia. Pacientes com complicações agudas da sinusite poderão eventualmente necessitar de cirurgia urgente.
A nossa equipa é dedicada ao tratamento/cirurgia da patologia nasal e dos seios nasais, incluindo a realização de septoplastia, turbinoplastia/turbinectomia, todos os procedimentos nos seios nasais e rinoplastia. Como oferecemos várias opções de tratamento estas terão de ser discutidas com o seu médico otorrinolaringologista. Recentemente iniciámos no Grupo HPA um novo conceito de cirurgia minimamente invasiva, a dilatação por balão. 

O QUE É A DILATAÇÃO POR BALÃO?
A dilatação por balão dos seios nasais é um procedimento cirúrgico tecnologicamente avançado utilizado no tratamento da sinusite crónica resistente ao tratamento médico. Este procedimento tem origem na dilatação por balão utilizada na área cardiovascular para o tratamento da doença coronária, enfarte agudo do miocárdio e doença cardíaca crónica. 
À semelhança de uma angioplastia, em que o balão é utilizado para dilatar as artérias coronárias e evitar cirurgia cardíaca, a dilatação por balão dos seios nasais permite restaurar a sua função respeitando e preservando a sua anatomia, evitando uma cirurgia nasal mais extensa.

COMO É REALIZADA?
Este procedimento pode ser realizado sob anestesia local, no gabinete médico ou no bloco operatório. Alguns doentes apenas podem realizar este procedimento sob anestesia local.
A dilação por balão é realizada através da introdução de um endoscópico (câmara) pelo nariz e visualização num monitor. Previamente ao início da cirurgia são colocados pequenos algodões no nariz com anestesia tópica e, quando necessário, administração de anestesia com uma pequena injeção. Quando se sentir confortável o cirurgião introduz o balão através do orifício de drenagem do seio nasal (ostium) que pretende tratar. A insuflação do balão dura apenas 5 segundos, durante os quais poderá sentir alguma pressão ou leve dor. Com a utilização do endoscópico o cirurgião confirma que o canal de drenagem está aberto, procedendo depois à limpeza e aspiração do seio nasal, eliminando a infecção e inflamação crónica. Pode observar um vídeo explicativo do procedimento no site: www.mynose.space.

VANTAGENS DA DILATAÇÃO POR BALÃO?
A grande maioria das cirurgias dos seios nasais pode ser realizada através da cirurgia endoscópica convencional. Apesar de esta ser uma excelente técnica cirúrgica no tratamento da sinusite crónica, acarreta alguns riscos e desconforto pós-operatório que podem ser evitados com a dilatação por balão. A outra vantagem reside no facto de a dilatação por balão poder ser realizada sob anestesia local, sem necessidade de anestesia geral. Isto significa que o doente pode ser operado em regime de ambulatório, regressando às atividades normais em apenas 24h. Contudo, nem todos os doentes podem ser operados desta forma. Será necessária a avaliação por um especialista de otorrinolaringologista. 
Saiba mais em: www.mynose.space.