tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

00h03m

Atendimento Permanente

Hospital Particular Gambelas

00h13m

Atendimento Permanente

Madeira Medical Center

00h01m

Atendimento Permanente




Prevenção do cancro da próstata

 


O cancro da próstata assume particular importância na nossa sociedade, uma vez que é o cancro mais frequente no homem acima dos 65 anos.

Esta é uma afirmação do Dr. Tiago Moura Mendonça, coordenador da Unidade de Urologia do HPM, numa entrevista em que fala também de fatores de risco, rastreio e tratamento.

Assista, fique mais informado neste novembro que se quer azul de prevenção.

 

 

PSA E PCA3, OS MARCADORES DO CANCRO DA PRÓSTATA

O Antigénio Específico da Próstata, vulgarmente chamado de PSA, devido à abreviatura do inglês “Prostate Specific Antigen” é uma protéase (proteína com função de enzima), produzida quase na sua totalidade pelas células epiteliais da próstata.
A sua função é tornar o esperma mais líquido, podendo por isso encontrar-se no esperma, nas células da próstata e no sangue periférico e, daí ser possível medir os níveis do PSA através de uma análise sanguínea.
Os valores do PSA permitem diferenciar se se trata de uma situação de aumento benigno da próstata ou de cancro deste órgão, sendo que para isso se faz a interpretação relativa ao PSA total e ao PSA livre.
Apesar do PSA total ser um marcador tumoral do cancro da próstata, pode também ocorrer noutras patologias, por isso o seu aumento pode não corresponder à presença deste cancro. Por essa razão, quando há suspeita da presença de cancro, deve ser realizada uma biópsia da próstata e/ou a realização do teste PCA3.

Ao contrário do PSA, o gene do PCA3 é específico do cancro da próstata, não se relacionando com o tamanho deste órgão, mas sim com o tamanho da massa neoplásica e da sua agressividade.

O PCA3 é recolhido a partir de uma amostra de urina, logo após o toque retal e para um tubo especial de transporte. O toque retal é necessário para que se libertem células prostáticas para a urina. 

 

QUAIS OS HOMENS QUE APRESENTAM MAIOR RISCO PARA DESENVOLVER CANCRO DA PRÓSTATA?

O cancro da próstata é o cancro mais comum dos homens idosos, ao nível da Europa e a sua maioria desenvolve-se lentamente, muitas vezes não causando sintomas.
Todos os anos surgem quase 6.000 novos casos em Portugal e em termos de mortalidade este cancro atinge anualmente mais de 1.800 homens.
Todos os homens com mais de 50 anos devem realizar o rastreio.
No caso de grupos de risco, como homens de raça negra e/ou homens com familiares de 1º grau (irmãos ou pais) que sofreram de cancro, o rastreio deve ser realizado a partir dos 40 anos, pois nestas circunstâncias a probabilidade aumenta três vezes mais.
A possibilidade de vir a desenvolver cancro da próstata aumenta exponencialmente com a idade, sendo que na maioria dos casos isso ocorre acima dos 65 anos.

O RASTREIO DO CANCRO DA PRÓSTATA

O rastreio é realizado através do teste PSA e do toque retal.
A análise clínica para detetar o antigénio específico da próstata (PSA) é realizado a partir de uma análise ao sangue.
Um valor elevado de PSA é geralmente causado por Hipertrofia Benigna da Próstata ou prostatite (inflamação da próstata), no entanto pode estar também associado ao cancro prostático. Por essa razão, na presença de uma PSA elevada, deve ser realizado também o toque retal, cuja palpação da próstata permitirá detetar irregularidades, zonas duras ou granulosas (possíveis nódulos).
Se isso ocorrer, seguir-se-á a realização de uma biópsia prostática transretal: através do reto, com uma agulha, recolhe-se uma amostra da próstata para ser analisada. Paralelamente, o recurso a outros exames de diagnóstico é também comum: ecografia, TAC, Ressonância Magnética ou mesmo cintigrafia óssea.


 

 

RASTREIO GRATUITO DO CANCRO DA PRÓSTATA EM NOVEMBRO TODAS AS 6ªS FEIRAS NO HPM

A prevenção e o rastreio precoce dependem sempre de si, mas nós damos-lhe uma ajuda.
Todas as 6ªs feiras durante este mês, oferecemos-lhe uma consulta de enfermagem, onde poderá realizar o teste do PSA e avaliar o seu risco relativamente ao cancro da próstata.
Sabia que em Portugal este cancro é a doença oncológica mais comum nos homens, superando até o da pele ou o do pulmão?

TEM ENTRE 50 E 75 ANOS?
SEM HISTÓRIA PRÉVIA DE CANCRO DA PRÓSTATA?

Então agende gratuitamente o seu rastreio através do 291 003 300.

FINTE E DÊ UM “BIGODE” AO CANCRO DA PRÓSTATA. FAÇA PARTE DESTE NOVEMBRO AZUL E SEJA VIGILANTE. POR SI E PELOS SEUS.
Rastreio gratuito do cancro da próstata em novembro todas as 6ªs feiras no HPM