tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

00h00m

Atendimento Urgente

Hospital Particular Gambelas

00h06m

Atendimento Urgente

00h00m

Pediatria

Hospital Particular da Madeira

00h00m

Atendimento Urgente

00h00m

Pediatria

Madeira Medical Center

00h00m

Atendimento Urgente

Notícias

Dia Europeu da Terapia da Fala

  • Origem da profissão

Em dia comemorativo importa compreender a origem da profissão. De uma forma resumida, a profissão que é hoje denominado de Terapia da Fala, terá tido origem em meados do Sec. XVIII com a intervenção de profissionais nas alterações da fala em pessoas com surdez e gaguez. No sec. XX terá havido maior desenvolvimento desta profissão e com a II Guerra Mundial e Guerra do Vietname surgiu a necessidade de intervenção nas áreas da comunicação, linguagem, fala e deglutição para reabilitação dos soldados afetados. Em Portugal a profissão teve início nos anos 60 com a formação de Portugueses no estrangeiro e que vieram posteriormente a lecionar no curso de “Terapêutica da Fala”, na então Escola de Reabilitação de Alcoitão. Atualmente o curso de Terapia da Fala é lecionado em várias instituições de ensino publico e privado.

  • Função do Terapeuta da Fala

Apesar do que o nome pode indicar, ao Terapeuta da Fala compete trabalhar muito mais para além da fala. Segundo a Sociedade Portuguesa de Terapeutas da Fala, o Terapeuta da Fala é o profissional de saúde com cédula profissional responsável pela prevenção, avaliação, intervenção e estudo científico das perturbações da comunicação humana e suas patologias. Atuam em várias áreas para otimizar as capacidades de comunicação e deglutição dos indivíduos, com o objetivo de melhoria da sua qualidade de vida. As funções associadas à compreensão e expressão da linguagem oral e escrita, bem como outras formas de comunicação não-verbal e deglutição são a base da sua intervenção. A Terapia da Fala intervém, de forma direta ou indireta (ambiente), em todas as fases da vida desde o recém-nascido ao idoso. Podem considerar-se as seguintes áreas de intervenção associadas à Terapia da Fala:

 

 Audição

 

 Alteração ou perturbação da audição que imlica na comunicação e qualidade de vida

Ex.: Perturbação dos Sons da Fala associado a Surdez e alterações do processamento auditivo

 Comunicação

 

 Alteração na capacidade de receber, produzir e processar informação verbal e não-verbal

Ex.: Perturbação da comunicação associada à Perturbação do Espetro de Autismo, Demência

 Linguagem

 

 Alterações no desenvolvimento da linguagem oral e/ou na aprendizagem da linguagem escrita, na criança, ou perda destas capacidades no adulto

Ex.: Perturbação do Desenvolvimento da Linguagem, Dislexia, Disortografia, Afasia secundária a Acidente Vascular Cerebral

 Fala

 

 Alterações da fala por comprometimento de um ou mais dos seus subsistemas, tais como:

Voz - Ex.: Disfonia por Paralisia de prega vocal ou nódulos  

Fluência - Ex.: Gaguez, Taquifémia

Articulação Verbal - Ex.: Perturbação dos Sons da Fala

 Motricidade Oro-facial

 

 Alterações estruturais ou funcionais das estruturas orais, faciais e cervicais

Ex.: Complicações funcionais associadas à respiração oral, Paralisa Facial, Síndrome de Down, Doenças degenerativas

 Deglutição

 

 Alterações no processo de alimentação que interferem na segurança da deglutição e estado nutricional

Ex.: Disfagia associada a Tumores de cabeça e pescoço, Acidente Vascular Cerebral, Traqueostomia, Esclerose Lateral Amiotrófica

 

  • Locais de atuação

Os Terapeutas da Fala atuam em estabelecimentos públicos ou privados de intervenção ao nível da saúde, educação e em contexto empresarial. São exemplos disso instituições que incorporem unidades de reabilitação ou ensino especial. Seja qual for o contexto de atuação, é fulcral a interação com os demais profissionais de outras áreas como médicos, terapeutas, enfermeiros, auxiliares e professores/educadores. A avaliação e intervenção colaborativa são cruciais numa abordagem multidisciplinar e com objetivos comuns. Igualmente importante é a partilha de informação e capacitação dos familiares/cuidadores de forma a adequar o ambiente envolvente e ampliar a terapia ao torna-los parte integrante no processo de intervenção.

O Grupo HPA Saúde disponibiliza consultas de Terapia da Fala em ambulatório, através do agendamento em Consulta Externa, e em regime de internamento, nas suas várias valências, para utentes que apresentem alterações de comunicação, fala, linguagem e deglutição.

 

Texto de: Jéssica Alves Elói

 

6 de Março de 2024