tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

Over 1H30

Urgent Care

Hospital Particular Gambelas

Over 1H30

Urgent Care

00h00m

Paediatrics

Hospital Particular da Madeira

01h28m

Urgent Care

00h00m

Paediatrics

Madeira Medical Center

00h00m

Urgent Care

Enf.ª Célia Nogueira

Consulta de Enfermagem de Imunoalergologia

 

Enf.ª Célia Nogueira

A criança no centro da imunoterapia

HPA Magazine 21 // 2024

As doenças alérgicas são patologias muito comuns, que afetam sobretudo crianças e jovens e que têm um impacto significativo na sua qualidade de vida. A rinite e a asma alérgica são as doenças alérgicas respiratórias mais comuns na infância. 
A alergia é uma reação ou resposta exagerada do organismo perante substâncias que são inócuas para a maioria das pessoas, chamam-se a essas substâncias alergénios. A maioria dos alergénios é inalada (os aeroalergénios) sendo os mais comuns os ácaros do pó, pólenes, epitélios de animais domésticos e fungos relacionados com a humidade. 

 



 

A Imunoterapia específica com alergénios é reconhecida como o único tratamento que modifica a história natural da doença alérgica. É um instrumento muito eficaz para o tratamento da rinite e asma alérgica, induzindo uma tolerância no organismo ao/s alergénio/s identificados. 
A consulta de Enfermagem de Imunoalergologia integra na sua atividade, (o que consideramos) Centro de Imunoterapia. Este dá resposta a utentes com alergia respiratória diagnosticada e com indicação para Imunoterapia subcutânea, denominada vulgarmente por “vacina das alergias”. Este tratamento tem a duração de 3 a 5 anos, com administrações de 4 em 4 semanas. Atualmente estão em programa de administração regular de Imunoterapia, no nosso centro, cerca de 150 utentes abrangendo todas as faixas etárias, muitas delas são crianças. 
No atendimento de enfermagem para a Imunoterapia são aplicadas escalas de sintomas validados para as crianças, mas com a intervenção da perceção dos pais. No entanto, a criança é sempre o alvo dos nossos cuidados, tendo também em conta as suas capacidades físicas e cognitivas. A valorização das suas queixas, o respeito pelas suas emoções e dificuldades e a informação que nos concedem são cruciais neste processo. Nesta faixa etária por vezes existe um desfasamento entre a avaliação dos pais da criança com rinite alérgica e/ou asma e a autoavaliação da criança, sendo que os pais a sobrestimam. Por esta razão, embora os pais tenham de ser envolvidos, a criança será sempre o alvo dos nossos cuidados, tendo em conta as suas capacidades físicas e cognitivas. A valorização das suas queixas, o respeito pelas suas emoções e dificuldades e pela informação que nos concede é crucial neste processo. 

 

A equipa da especialidade da consulta externa de Imunoalergologia compreende um médico imunoalergologista e um enfermeiro com competências nesta área. A prestação de cuidados à criança e família, tem por base uma visão holística e o conhecimento técnico científico direcionado para as características individuais da criança, após avaliação das mesmas. Competências comunicacionais, relação empática, disponibilidade interpessoal e temporal, escuta ativa, valorização das queixas, das dúvidas e dos receios, são fatores que reforçam a relação e facilitam a aliança terapêutica. 
É promovida a confiança nos profissionais de saúde e na técnica que executam, na adesão ao tratamento e consequente satisfação dos utentes e da equipa. Este trabalho multidisciplinar, responsável e de qualidade, gera reconhecimento ao serviço e à instituição. 
Este projeto foi desenhado com objetivos bem definidos, estruturado e implementado através do investimento da equipa da especialidade de Imunoalergologia da consulta externa, com envolvimento da chefia e da direção. 
As perspetivas futuras são a melhoria constante dos cuidados prestados, o crescimento do serviço e a continuidade da formação interna e externa. Com o objetivo de respondermos, às nossas crianças e suas famílias, com diversidade de esquemas terapêuticos inovadores e com estratégias comunicacionais diferenciadas.