tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

00h03m

Atendimento Permanente

Hospital Particular Gambelas

00h13m

Atendimento Permanente

Madeira Medical Center

00h01m

Atendimento Permanente

Dr.ª Ana Rita Horta

Nutricionista

Nutrição funcional a saúde inteligente

HPA Magazine 8


A Nutrição Clínica Funcional surge numa altura em que se começa a verificar a necessidade de resposta perante situações clínicas confusas, pois apesar do paciente apresentar parâmetros bioquímicos considerados normais, e por isso considerado “saudável”, este apresenta sintomas e sinais de desequilíbrios que comprometem a sua saúde integral.
A Nutrição Clínica Funcional é considerada para muitos a Nutrição do séc. XXI, pois tem uma abordagem dinâmica de prevenção, é complementar ao tratamento de desordens crónicas complexas, através da deteção e/ou correção de desequilíbrios nutricionais, como os que ocorrem nas doenças crónicas. 
Além desta abordagem, a Nutrição Clínica Funcional encara a saúde como vitalidade positiva, ou seja, a saúde não é meramente ausência de doenças crónicas degenerativas não transmissíveis, é a procura pelo estado de saúde pleno a nível físico, mental e emocional, modulando através do uso de fitoquímicos e nutrientes numa dosagem otimizada, todas as reações químicas que em sinergia vão contribuir para atingir um estado de saúde otimizado. 

 


A NUTRIÇÃO CLÍNICA FUNCIONAL CENTRA-SE EM 5 PRINCÍPIOS BASE:

  • Individualidade bioquímica (não há 2 pessoas iguais);
  • Foco no indivíduo e não apenas na sua doença;
  • Otimização e sinergia entre nutrientes, fitoquímicos e respetiva biodisponibilidade;
  • Teia de Interconexões metabólicas;
  • A Saúde como Vitalidade positiva.

NA CONSULTA DE NUTRIÇÃO FUNCIONAL SÃO ANALISADOS OS SEGUINTES PARÂMETROS:

  • História clínica pessoal e familiar;
  • Anamnese alimentar;
  • Análises laboratoriais bioquímicas prévias;
  • Análise Epigenética (através de bio ressonância capilar, avalia os diversos desequilíbrios bioquímicos/nutricionais/resistência dos vários sistemas corporais);
  • Funcionamento Intestinal (presença/ausência disbiose intestinal/cólon permeável/síndrome de má absorção);
  • Sintomas de hipersensibilidades alimentares;
  • História medicamentosa/suplementação alimentar;
  • Avaliação antropométrica (através de bioimpedância multi-compartimentada);
  • Plano alimentar individualizado, procurando atingir o equilíbrio nutricional, imunológico, neurológico, endócrino e gastrointestinal;
  • Prescrição de suplementos alimentares sempre que necessários (probióticos/pré bióticos, vitaminas e minerais, oligoelementos, ácidos gordos, etc.);
  • Para cada indivíduo é estabelecida uma prescrição alimentar e estilo de vida personalizados que, quando praticados de forma regrada, têm a capacidade de restaurar e otimizar o funcionamento interno do organismo.

EXEMPLOS DE MEIOS COMPLEMENTARES PARA A AVALIAÇÃO NUTRICIONAL FUNCIONAL

DISBIOSE INTESTINAL: 
Estudo quantitativo da flora intestinal residente, para determinação de desequilíbrios da função intestinal: absorção/digestão/sistema imune, etc. Aplicação clínica em Síndromes de Má Absorção/Cólon Irritável/Flatulência/Obstipação/Diarreias Ligeiras, etc.
BRAIN SCREEN: 
Análise indicada para perturbações do comportamento/humor e função cognitiva tanto em crianças/adultos/idosos e para quem pretende otimizar a sua função cerebral. Aplicação em Défice de Atenção/Hiperatividade/Demência/Depressão/Alzheimer, entre outros.
HIPERSENSIBILIDADES ALIMENTARES (A200): 
Análise que determina quais os alimentos potenciadores de reações anómalas que comprometem o funcionamento de variados sistemas, como o gastrointestinal/neurológico/respiratório, etc. Também assume particularmente importância, quando se está perante um quadro de resistência de peso/retenção de líquidos.


Esta área da Nutrição Clínica, validada cientificamente, dá a sua contribuição para a melhoria, recuperação e manutenção do estado de saúde do indivíduo, quando as suas necessidades nutricionais se encontram em desequilíbrio, ampliando a sua área de conhecimentos e recursos já existentes, contribuindo igualmente para o aparecimento de gerações mais sadias.
Alimente a sua Saúde. Adote uma Nutrição Funcional.