tempos médios de espera

Hospital Particular Alvor

Superior a 1H30

Atendimento Urgente

Hospital Particular Gambelas

00h00m

Atendimento Urgente

00h43m

Pediatria

Hospital Particular da Madeira

00h30m

Atendimento Urgente

00h20m

Pediatria

Madeira Medical Center

00h30m

Atendimento Urgente

 

TRATAMENTOS DISPONÍVEIS

 

Na Unidade de Coluna do HPM, oferecemos uma ampla gama de tratamentos avançados para patologias da coluna vertebral, adaptados às necessidades individuais de cada paciente. 

 

 

Tratamentos Conservadores

 

  • Medicina da Dor/Tratamento da Dor Crónica

Na Medicina da Dor, o foco é a gestão e o alívio da dor crónica resultante de patologias da coluna. Este tratamento pode envolver a administração de fármacos, como analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares, adaptados à condição específica e intensidade da dor do paciente.

Além dos medicamentos, técnicas como bloqueios nervosos, injeções epidurais ou ablação por radiofrequência são utilizadas para reduzir a dor nas raízes nervosas ou estruturas da coluna. O tratamento é personalizado, visando melhorar a qualidade de vida do paciente e facilitar o retorno às atividades do dia-a-dia.

 

  • Fisioterapia

Essencial na reabilitação de patologias da coluna, a fisioterapia inclui uma gama de técnicas como exercícios terapêuticos, terapia manual, e uso de calor ou frio.

Os exercícios fortalecem os músculos que suportam a coluna, melhoram a flexibilidade e mobilidade, e ajudam a aliviar a dor. A terapia manual pode aliviar a dor e incrementar o movimento.

Os fisioterapeutas também fornecem orientações sobre posturas e ergonomia para prevenir a recorrência da dor. Este tratamento é crucial tanto na recuperação de lesões e de cirurgias da coluna, como em condições crónicas.

 

Tratamentos Minimamente Invasivos

 

Os tratamentos minimamente invasivos são opções eficazes para pacientes que não respondem a tratamentos conservadores, mas que podem não ser candidatos ou que desejam evitar procedimentos cirúrgicos mais invasivos.

Cada um destes procedimentos é realizado com o objetivo de minimizar o desconforto e maximizar a eficácia no alívio da dor e na melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

 

  • Nucleólise com ozono

Este tratamento minimamente invasivo utiliza ozono (uma forma de oxigénio), injetado no disco intervertebral, para tratar hérnias de disco. O ozono ajuda a reduzir a inflamação e o tamanho da hérnia, proporcionando alívio da dor. Este procedimento é, geralmente, realizado sob controlo de imagem para garantir precisão na administração.

 

  • Infiltrações epidurais, transforaminais e facetárias

Estas técnicas envolvem a injeção de corticosteroides e anestésicos em áreas específicas da coluna vertebral. As infiltrações epidurais são realizadas no espaço epidural para aliviar a dor associada à compressão nervosa. Já as infiltrações transforaminais visam a zona em torno dos nervos, à medida que saem da coluna, enquanto as infiltrações facetárias são dirigidas às articulações facetárias para aliviar a dor, em condições como a artrite.

 

  • Neurólise por radiofrequência (rizotomia)

Este procedimento utiliza ondas de radiofrequência para criar uma lesão controlada nos nervos que transmitem sinais de dor da coluna. A rizotomia é, frequentemente, usada para tratar a dor crónica, particularmente quando a dor tem origem nas articulações facetárias. O objetivo é interromper a transmissão dos sinais de dor, proporcionando um alívio significativo ao paciente.

 

Tratamentos Cirúrgicos 

 

Os tratamentos cirúrgicos são realizados com o objetivo de aliviar a dor, restaurar a função e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. A escolha do procedimento depende da condição específica e da avaliação clínica.

 

  • Cirurgia da hérnia discal e da compressão nervosa

Este procedimento cirúrgico é realizado para remover uma parte do disco intervertebral que está a causar compressão nervosa e dor. O objetivo é aliviar a pressão sobre o nervo afetado, melhorando a dor e a mobilidade do paciente. Dependendo da situação, pode ser realizada de forma minimamente invasiva.

 

  • Cirurgia da coluna vertebral por via endoscópica

Esta técnica utiliza um endoscópio, um dispositivo com uma câmara na extremidade, que permite ao cirurgião aceder à coluna com incisões menores. É indicada para tratar hérnias discais e outras patologias da coluna de forma menos invasiva, reduzindo o tempo de recuperação e o desconforto pós-operatório.

 

  • Artrodese da coluna vertebral

Também conhecida como fusão vertebral, esta cirurgia envolve a união permanente de duas ou mais vértebras. É realizada para estabilizar a coluna, em casos de instabilidade severa, deformidades ou doenças degenerativas. 

 

  • Artroplastia do disco intervertebral

Este procedimento envolve a substituição de um disco intervertebral danificado por um implante artificial. A artroplastia procura restaurar o movimento normal e aliviar a dor na coluna, sendo uma alternativa à artrodese, em certos casos.

 

  • Vertebroplastia e Cifoplastia

Estes procedimentos são utilizados principalmente para tratar fraturas vertebrais, frequentemente causadas por osteoporose. A vertebroplastia envolve a injeção de cimento ósseo numa vértebra fraturada, para estabilizá-la. A cifoplastia é similar, mas inclui a expansão da vértebra com um balão antes de injetar o cimento, ajudando a restaurar a altura e forma da vértebra.

 

Na Unidade de Coluna do HPM cada tratamento proposto é discutido em reunião multidisciplinar e ajustado a cada situação clínica.