tempos médios de espera

Clínica Particular AlgarveShopping

00h00m

Atendimento Permanente

Clínica Particular de Vilamoura

00h00m

Atendimento Permanente

Hospital Particular Alvor

00h25m

Atendimento Permanente

00h00m

Pediatria

Hospital Particular Gambelas

00h19m

Atendimento Permanente

00h17m

Pediatria

Centro Médico Internacional VRSA

00h00m

Atendimento Permanente

Hospital São Camilo Portimão

00h00m

Atendimento Permanente

Consulta de Saúde Capilar



A Saúde Capilar engloba a avaliação e o tratamento das disfunções capilares, sobretudo da Alopécia: queda exagerada de cabelo sem que ocorra a sua renovação de forma adequada.


Principais Doenças

Para entender adequadamente as Alopécias importa saber que o crescimento do cabelo é cíclico e que engloba 3 fases:
  • A primeira, de crescimento ou anágena que dura entre 2 e 6 anos, altura em que o cabelo cresce 1 cm por mês;
  • Segue-se um período de repouso ou catágeno que dura cerca de 3 semanas;
  • Finalmente a fase de queda ou telógena (altura em que caem de forma impercetível 80-100 cabelos/dia), cuja duração é de mais ou menos 3/4 meses.

As formas mais comuns de Alopécia são a Alopécia cicatricial e a Alopécia não cicatricial. Na Alopécia cicatricial há fibrose, inflamação e perda de folículos pilosos, observando-se um couro cabeludo liso e com diminuição do número de orifícios foliculares. Na Alopécia não cicatricial, há perda da raiz do cabelo, mas os folículos pilosos permanecem, explicando a reversibilidade deste tipo de Alopécia.

A Alopécia Androgénica faz parte do tipo não cicatricial, sendo a causa mais frequente de queda do cabelo, tanto nos homens quanto nas mulheres. Apresenta-se num padrão poligénico e ocorre por ação dos andrógenos (hormonas sexuais masculinas como a testosterona ou a androsterona), sobretudo em pessoas com essa predisposição genética. 


Cirurgias/Procedimentos da Especialidade realizados no Grupo HPA

O tratamento mais consolidado para a Alopécia Androgénica, com uma taxa de sucesso bastante elevada, é o autotransplante das unidades foliculares pela técnica FUE - Follicular Unit Extraction.

Esta técnica minimamente invasiva, com um tempo de recuperação bastante curto, tem revelado resultados excelentes.

As unidades foliculares são retiradas uma a uma da zona doadora do indivíduo, para posterior colocação na zona calva. A zona doadora fica livre de cicatrizes visíveis e recupera rapidamente. Os pequenos pontos milimétricos esbranquiçados que podem ficar na zona doadora são muito discretos e impercetíveis.


Exames relacionados

O tratamento da Alopécia vai depender do facto da queda ser localizada ou generalizada, temporária ou permanente.

É igualmente importante que se avalie o padrão de distribuição, o couro cabeludo (existência de cicatrizes, pápulas, escamas ou eritema) e que se realizem análises laboratoriais (hemograma, glicémia, ferritina sérica, creatinina, transaminases hepáticas, TSH, magnésio, zinco, entre outras).

 

especialidade disponível nas unidades

  • Clínica Particular AlgarveShopping

médicos

Clínica Particular AlgarveShopping