waiting times

Hospital Particular Alvor

Over 1H30

Urgent Care

Hospital Particular Gambelas

01h23m

Urgent Care

00h00m

Paediatrics

Hospital Particular da Madeira

00h58m

Urgent Care

00h00m

Paediatrics

Madeira Medical Center

00h00m

Urgent Care

Dr. André Galvão De Castro

Clinical Psychologist 

 

Dr. André Galvão De Castro

The importance of psychological support 
During pregnancy and postpartum

HPA Magazine 21 // 2024

A gravidez e o pós-parto têm sido um dos grandes focos de preocupação, em matéria de saúde mental, por parte de vários profissionais da área obstétrica, pelo que têm sido desenvolvidas estratégias e algumas ferramentas em conjunto, no sentido de se procurar perceber um pouco melhor os sinais de alerta para o desenvolvimento de sintomatologia emocional que possam predizer estados depressivos e ou ansiosos, nesta fase tão delicada da vida da mulher.

 



 

Atualmente sabe-se que a gravidez e o pós-parto são um momento de enorme vulnerabilidade pelo qual algumas mulheres passam e que envolvem alterações ao nível biológico, psicológico e social e que, juntamente com determinados fatores individuais poderão desencadear estados ansiosos e depressivos, podendo limitar de alguma forma a dinâmica saudável da mulher e trazer consequências para o seu bebé.
A propósito desta temática, recentemente em outubro, foi realizado o 5º Simpósio Nacional da Grávida, desenvolvido pelo Serviço de Ginecologia/Obstetrícia do Grupo HPA Saúde - Gambelas, centrado no tema “O Bem-Estar Mental e Físico na Gravidez e Pós-Parto”, onde estiveram presentes diversas áreas de conhecimento e onde se expôs a importância do envolvimento da sociedade em geral na atenção e apoio à grávida e à puérpera.
Abordaram-se essencialmente as duas principais patologias psicológicas ligadas à gravidez e ao pós-parto, como é o caso da depressão, através da sua sintomatologia, como a presença de tristeza, perda de prazer e interesse nas atividades, agitação ou lentificação psicomotora, sentimentos de inutilidade ou culpa e desesperança, salientando ainda que, apesar de haver outros sintomas associados a esta patologia, como a alteração do apetite, insónia e fadiga, também são comuns à gravidez e pós-parto e por isso não devem ser contemplados como sintomas de diagnóstico; e da ansiedade, caraterizada pela preocupação excessiva, intrusiva e persistente, inquietação, irritabilidade, tensão muscular, insónia, dores no estômago, náuseas e diarreia.

Demonstrou-se a importância do envolvimento dos diversos profissionais de saúde do serviço e da sua formação ligada à parte mental como forma de diagnóstico e referenciação para a visita (internamento)/consulta de psicologia. Realçou-se ainda a existência de questionários que avaliam sintomas/estados emocionais no momento do planeamento da gravidez e aquando da saída da puérpera deste serviço, ajudando-a a identificar sintomas e a pedir ajuda caso seja necessário.Toda a sintomatologia abordada anteriormente, procurou trazer informação não apenas, à grávida e à puérpera, mas também à família e sociedade em geral para que todos estejam atentos à evidência destes sinais que de alguma forma são de alerta, para que em conjunto possamos prestar o melhor acompanhamento e apoio, de um modo mais eficaz, à futura mãe, o mais precocemente possível.