waiting times

Clínica Particular AlgarveShopping

00h00m

Medical Emergency

Clínica Particular de Vilamoura

00h00m

Medical Emergency

Hospital Particular Alvor

00h00m

Medical Emergency

00h00m

Paediatrics

Hospital Particular Gambelas

00h00m

Medical Emergency

00h00m

Paediatrics

Centro Médico Internacional VRSA

00h00m

Medical Emergency

Hospital São Camilo Portimão

00h00m

Medical Emergency

Clínica Particular SIIPEMOR

00h00m

Paediatrics

Clídis – Clínica de Diagnósticos de Sines

00h00m

Medical Emergency

Madeira Medical Center

00h00m

Medical Emergency

00h00m

Paediatrics

Consulta de Diagnóstico Pré-Natal


 

A Consulta de Diagnóstico Pré-Natal foi criada para a deteção precoce de malformações fetais, onde consoante a evolução e o tempo de gravidez são realizadas diferentes ecografias obstétricas.

A primeira ecografia que a grávida ambiciona realizar é Ecografia Precoce de Datação (antes das 11 semanas), pois após um teste de gravidez positivo toda a mulher quer saber o “quão grávida está”.

Seguidamente segue-se a Ecografia Morfológica do 1º Trimestre, realizada entre as 11 semanas e as 13 semanas e 6 dias. 

A Ecografia Morfológica do 2º Trimestre deverá ocorrer por volta das 21-22 semanas, altura em que habitualmente já se consegue detetar o sexo do bebé.

A Ecografia Morfológica do 3º Trimestre acontece às 32 semanas de gravidez (em algumas situações entre as 28 e 36 semanas). Avalia-se entre outras situações o desenvolvimento dos principais órgãos como o cérebro, coração e rins, a localização da placenta e o volume de líquido amniótico.

Apesar de qualquer grávida poder ser seguida na Consulta de Diagnóstico Pré-Natal, esta está indicada fundamentalmente nas seguintes situações de risco:

  • Risco de acrescido para Trissomias;
  • Anomalias diagnosticadas por Ecografia;
  • Risco de malformações por uso de medicação e/ou radiações;
  • Doenças maternas graves;
  • Antecedentes pessoais ou familiares de doença genética, metabólica ou cromossómica;
  • Complicações obstétricas anteriores como feto morto ou feto malformado;
  • Alterações significativas do crescimento fetal;
  • Gravidez gemelar complicada;
  • Idade materna > 38 anos;
  • De acordo com cada situação, poderá ser necessário requerer exames de rastreio específicos como a amniocentese ou biópsia de vilosidades coriónicas, ressonância magnética fetal, ecocardiograma fetal, entre outros.

Ecografia do 1º Trimestre - Quando, Porquê e Como?

Quando se realiza esta ecografia?
A ecografia do 1º Trimestre realiza-se entre as 11 semanas e as 13 semanas e 6 dias.

Quais os objetivos desta ecografia? 

  • Confirmar que a gravidez está a evoluir e que se encontra no interior do útero;
  • Determinar o número de bebés, permitindo assim diagnosticar gravidez gemelar;
  • Definir o tempo de gravidez e determinar a data prevista para o parto;
  • Avaliação da anatomia fetal. Algumas malformações podem ser diagnosticadas logo no 1º trimestre. No entanto existem outras que apenas poderão ser diagnosticadas ou confirmadas na ecografia morfológica, realizada às 21-22 semanas;
  • Realizar o rastreio de problemas cromossómicos (Trissomia 21, 18 e 13). O principal objetivo desta ecografia é calcular a probabilidade do bebé ter Trissomia 21 (também chamada de Síndrome de Down), Trissomia 13 ou Trissomia 18, a partir da idade da grávida (o risco aumenta à medida que a idade materna aumenta). São avaliados vários marcadores ecográficos que poderão estar alterados em bebés doentes. Os mais importantes são a translucência da nuca (pequena acumulação de líquido na nuca) e os ossos do nariz. Para se conseguir uma taxa de deteção de 95%, toda esta informação da ecografia deve ser combinada com o resultado de análises específicas ao sangue da mãe (rastreio bioquímico);
  • Realizar o rastreio de Pré-Eclâmpsia. Esta doença é específica da gravidez e caracteriza se pela elevação da tensão arterial e alteração da função de alguns órgãos da grávida (cérebro, rim e fígado). Também pode impedir o crescimento do feto. É importante identificar as grávidas com risco elevado de pré-eclâmpsia para que sejam iniciadas terapêuticas preventivas.

Como se realiza esta ecografia?

  • A maioria das ecografias realiza-se por via abdominal;
  • Uma semana antes da ecografia a grávida deverá colher sangue para realizar o rastreio bioquímico. Este rastreio consiste no doseamento de duas hormonas resultantes da gravidez (BhCG e PAPP-A) e será posteriormente integrado no cálculo final do rastreio combinado no momento da ecografia;
  • Previamente à ecografia a grávida será avaliada pela enfermeira onde será avaliado o peso e medida a pressão arterial.

Ecografia do 2º Trimestre - Quando e Porquê?

Quando se Realiza? 
A ecografia morfológica realiza-se entre as 21-22 semanas.

Qual o objetivo desta ecografia? 
Na ecografia morfológica será avaliado:

  • O crescimento do bebé;
  • Todos os órgãos e sistemas de forma a excluir malformações. Serão detalhadamente observados o cérebro, face, coração, trato gastro-intestinal, parede abdominal, membros, rim e coluna. 
  • O sexo do bebé;
  • A localização da placenta;
  • O volume de líquido amniótico;
  • A passagem do sangue para a placenta através da avaliação das artérias uterinas;
  • O risco de parto prematuro através da medição do colo do útero.

Ecografia do 3º Trimestre - Quando e Porquê?

Quando se Realiza? 
A ecografia do 3º trimestre, também chamada de desenvolvimento, realiza-se habitualmente às 32 semanas de gravidez. Em situações específicas pode também ser realizada às 28 e 36 semanas. 

Qual o objetivo desta ecografia? 

  • O principal objetivo é avaliar se o crescimento do bebé está a decorrer normalmente;
  • Será revisto o desenvolvimento dos principais órgãos como o cérebro, coração e rins;
  • Avaliar a localização da placenta e o volume de líquido amniótico;
  • Avaliar o bem-estar do bebé através do estudo da circulação do sangue no cordão umbilical e cérebro;
  • Determinar o risco de parto prematuro através do tamanho do colo do útero.

 

medical specialty available on the following units

  • CLÍDIS - Clínica de Diagnósticos de Sines

medics

CLÍDIS - Clínica de Diagnósticos de Sines